logo Cabecalo
Mesmo com a crise mundial, Prefeitura de Piraí tem balanço positivo de suas contas
Direto da Redação
Piraí
3/6/2013 10:24:00
Dados foram apresentados no último dia 29 de maio, no plenário da Câmara de Vereadores, durante Audiência Pública
$alttext

 Piraí - Apesar da crise econômica que atinge todo o mundo – inclusive o Brasil e seus municípios -, o comportamento das contas da Prefeitura de Piraí no 1º quadrimestre de 2013 foi bastante saudável. Conforme dados apresentados pela Secretará de Fazenda, Carmen Barbosa Coelho Gomes, a arrecadação própria da municipalidade cresceu mais de 10% em relação a 2012 e o resultado primário superou as expectativas.

 

Os dados foram apresentados no último dia 29 de maio, no plenário da Câmara de Vereadores, durante Audiência Pública para avaliação do cumprimento das metas fiscais do 1º quadrimestre de 2013, que reuniu integrantes da Comissão de Orçamento e Finanças do Legislativo municipal e dezenas de pessoas da sociedade civil organizada. Na ocasião, a secretária falou também sobre a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2014, que leva em consideração a evolução dos três últimos exercícios e a situação econômica do país.

 

Conforme números apresentados, “os resultados alcançados ao final do 1º quadrimestre de 2013 demonstram a sólida situação econômico-financeira e a manutenção do equilíbrio fiscal do município de Piraí”, afirma a Secretaria de Fazenda em seu relatório.

 

A Secretária Carmen Barbosa Gomes destacou também a evolução positiva da receita própria da Prefeitura, formada pelo IPTU, IRPF, ITBI e ISS, apesar da crise econômica. Em 2009, a receita foi de R$ 8,9 milhões; em 2010, R$ 11,8 milhões; em 2011; R$ 13,1 milhões; e em 2012, R$ 14,7 milhões.

 

Outro aspecto destacado pela Secretária é que, embora a receita arrecada no 1º quadrimestre tenha sido 98,1%da presumida – R$ 50,2 milhões em vez de R$ 51,2 milhões -, isso não quer dizer que a receita reduziu.

 

Ela apenas não se comportou como previsto no orçamento, em virtude do rendimento não satisfatório de aplicações, mas não ficou aquém dos três últimos anos. Por outro lado, a arrecadação de abril – R$ 14,5 milhões - superou em quase R$ 3 milhões a de março, apontando boas perspectivas para o segundo semestre. Além disso, mostramos prudência nos gastos, em função da crise econômica. A despesa prevista era de R$ 43,8 milhões mas executamos R$ 36,9 milhões, o que representa economia de quase R$ 7 milhões”, afirmou Carmen Maria.

 

Quanto ao resultado primário, o previsto para todo o exercício de 2013 é de R$ 12,8 milhões, mas só nos quatro primeiro meses já está em R$ 10,4 milhões, o que sinaliza comportamento satisfatório das contas. O resultado primário reflete a capacidade do município de pagar despesas sem contar com os rendimentos financeiros.

 

Ver comentários
Escrever comentários
Com qual frequência você acessa o Facebook?
Uma vez por dia
Mais de três vezes por dia
Mais de Quatro vezes por dia
Fico conectado o dia todo
Não acesso o Facebook